Curso Avançado de Mobgrafia na Livraria Cultura – Agende-se!

livculutramobf

Amigos, como já anunciamos anteriormente, teremos um programa de cursos na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi em Setembro. Haverá uma aula aberta, gratuita em data a ser definida.

As datas de setembro, em princípio são dias 10, 17 e 31. Dá tempo de ir e voltar ao Festival Paraty em Foco…rs.

Vejam o programa. Informações de valores e formas de pagamento serão postadas no site de inscrições que abriremos semana que vem.

Nos vemos em sala de aula!

Curso Avançado de Mobgrafia

Partindo do desenvolvimento da arte, desde seu surgimento até o uso dos smartphones, passando pelas câmeras de grande e médio formato, DSLR’s , mirrorless, terminamos nossa jornada no que parece ser a renascença da fotografia. A tecnologia e sua evolução constante e rápida, estão permitindo a criação e expressão artística através de fotos e imagens editadas, de pessoas que em outros tempos apenas admirariam um trabalho alheio.

Neste curso, com conteúdo também prático, vamos aprender a como tirar o máximo da melhor câmera do mundo: Aquela que está sempre com você.

Aula aberta/palestra:

A proposta da palestra é mostrar o olhar fotográfico e artístico em imagens produzidas e editadas em iPhones, iPads e aparelhos móveis do sistema Android e Windows. Promover essa nova linguagem da fotografia, da maneira mais acessível e divertida com algumas dicas práticas.

Agenda:

Aula 1

Introdução ao tema: Seu celular é uma câmera.

O enorme potencial dos aplicativos e filtros / As redes sociais como plataforma de divulgação do seu trabalho.

O exercício do olhar

Exemplos práticos

Fundamentos de luz e composição

Trabalho de casa com tema a ser definido

Aula 2

Trabalhando os principais aplicativos: câmeras, filtros e usinas de edição.

Instalação, possíveis problemas e uso básico.

Oficina prática

Analisando e editando o trabalho gerado.

Aula 3

Transformando a sua imagem em arte

Fluxo de trabalho, edição com snapseed e outros aplicativos, comentários e dúvidas. Análise e curadoria dos trabalhos realizados pelos alunos.

Escolha da melhor imagem de cada aluno para eventual publicação nos canais mObgraphia e Livraria Cultura.

Apresentando Claudia Archela

                                                                                                                                        mobgrafia de Juan Esteves

Esta fotógrafa paulistana foi uma das selecionadas da convocatória feminina “Emoção das ruas”, produzida pela mObgraphia no MIS este ano. A Claudia tem um trabalho sensível e voltado a situações onde a figura humana se apresenta nas mais diversas circunstâncias. A série que apresentamos hoje é uma parte de um trabalho recente. Um prazer sempre ver o material que ela produz.

Claudia por ela mesma:

“A fotografia entrou na minha vida como uma terapia e se revelou uma atividade instigante, capaz de emoldurar a minha visão particular sobre o cotidiano, mesclando recortes da realidade com minhas memórias afetivas.

Minha formação em Propaganda e Marketing e a minha atividade profissional ligada ao Design de Interiores contribuíram para treinar o meu olhar para as formas que se mostram únicas e para enquadramentos que tem a estética e a beleza como matéria-prima.

Fui apresentada à Mobgraphia em 2014, quando conheci a turma do Cadu e do Ricardo num WS no Museu da Imagem e do Som (MIS). Instantaneamente mergulhei de cabeça na prática da fotografia de bolso e das hashtags nas redes sociais. A dinâmica da modalidade e a possibilidade de compartilhar em tempo real experiências e imagens com pessoas do mundo inteiro, me impulsionaram a estudar ainda mais o universo da fotografia móvel, a investir tempo e pesquisa no uso das ferramentas e aplicativos disponíveis.

Passei a participar de concursos no Instagram e, num deles, a minha foto foi escolhida pelo desafio #VerãoSeuLindo, do Instagram Brasil, e está selecionada para integrar a primeira obra física da comunidade digital, um livro que será publicado em breve com obras selecionadas.

No intervalo de um ano, já fui surpreendida com a convocação para o prêmio Mobgraphia 2015, com o meu trabalho entre os 10 melhores na categoria Retrato, e, em seguida, tive a alegria de ver o meu ensaio “Ambulantes” entre os 12 trabalhos das fotógrafas mais votadas na exposição coletiva “Emoções da Rua”, no evento Maio Fotografia no MIS.

Estou sempre com meu iPhone e, desde que fui convidada a fazer parte do primeiro clube de fotografia móvel no Brasil, o FotoclubeLumia, passei a testar os smartphones da Microsoft e a participar dos eventos e concursos organizados pela companhia para divulgar e fomentar a modalidade no País”.

Mais Claudia, aqui: instagram.com/clau_archela

Chegou a rede mOb! Já estamos no ar.

logo rede mob b

Amigos, desde que começamos a produzir os primeiros workshops no final de 2012 e o primeiro festival e prêmio nacional em 2014, fizemos uma série de ações voltadas à marcas e comunicação dirigida às redes sociais. A matéria prima, claro, foram nossas mobgrafias e de fotógrafos da nossa rede que atuaram em projetos vencedores como os rallyes do Banco Itaú, as viagens da Triumph, Lexus, Avon, Nokia e outras empresas, que mostraram o potencial deste mercado.

Há alguns meses, tomamos a decisão de estruturar esta idéia numa proposta que pudesse envolver nossa comunidade e as agências e clientes  que querem iniciar ou consolidar sua presença de marca na rede, utilizando a linguagem mobile.

Surge então, oficialmente a rede mOb.

Veja um pouco do que fazemos no site:

Captura de tela 2015-07-24 12.52.58

Venha nos visitar e contar histórias junto com a gente!

Entre e fique à vontade.

Siga os links clicando nos ícones.

7f37f5_48ecc2a2c78b45bbae24fdc4e3f0a379 7f37f5_50b1162c5b2545738c1df1abd0426be2

Projeto Torcedor Paralímpico quase pronto para lançamento!

mObgraphia- Torcedor Paralímpico (1)

Um dos projetos mais bacanas nos quais a mObgraphia está envolvida é este, dedicado totalmente a contar de forma detalhada, as histórias que giram em torno de um evento como a Paralimpíada 2016.

Já começamos a trabalhar desde Abril deste ano e pretendemos fazer o lançamento oficial em setembro, junto com o Comitê Paralímpico Brasileiro que nos apoia e chancela este projeto.

mObgraphia_ Torcedor Paralímpico rev PM (3)

Estamos em campo com os fotógrafos Ricardo Rojas, Leonardo Eroico, Renato Gaiofato e Nelson Teixeira (outros fotógrafos deverão confirmar em breve sua participação).

Hoje, mostramos um pouco do trabalho do Gaiofato e do Eroico, além de alguns detalhes do projeto.

Em frente!

*mobgrafias da apresentação do projeto por Ricardo Rojas, Nelson Teixeira e Alexandre Urch

João Avila, Serra da Canastra e mobgrafia

10418194_861591913859124_2452554238433193771_n

Nosso amigo João Avila, fotógrafo como poucos, com uma história marcante no ‘still’ é nosso convidado de hoje.  Em suas andanças pelo mundo, Johnny carrega sua Leica e seu trabalho autoral é uma coleção de imagens especiais.

Leica, viagens, tudo combina. Então no meio da equação, coloque um iPhone. Saia de novo para viajar com a Leica e descubra que a maioria do trabalho bacana dessa vez foi feito com um smartphone…

Assim o João contou sua experiência da sua viagem mais recente, na verdade, semana passada. Veja o resultado espetacular neste ensaio na Serra da Canastra em MG.

Em tempo, já conhecemos e admiramos as mobgrafias do Johnny desde que a mObgraphia nasceu em 2012 e estava mais do que na hora de dividir o trabalho excepcional dele com você.

João Avila por ele mesmo:

“Conheci a fotografia aos dezoito anos de idade, quando fui trabalhar como assistente no Estúdio Abril.
Tive a oportunidade de trabalhar com grandes fotógrafos brasileiros e internacionais. Comecei minha carreira como fotógrafo no ano de 1991, me especializei na fotografia still, pois não gosto de fotografar gente. Sempre gostei da fotografia instantânea, tenho diversos trabalhos em polaroid. Quando descobri a possibilidade da fotografia instantânea pelo celular vi uma grande possibilidade. Venho explorando já a algum tempo, com trabalhos comerciais inclusive. Hj sempre saio para fotografar com minha Leica e meu grande companheiro o iPhone”.

Mais do João Avila no Instagram: @joaoavila e http://www.joaoavila.com.br

RESULTADO: DESAFIO AUTOENTUSIASTAS MOBGRAPHIA

Segue abaixo, na íntegra, o artigo de Paulo Keller sobre nosso desafio conjunto e os resultados dos participantes. Parabéns a todos! Em breve mais desafios por aqui.

DESAFIO AUTOENTUSIASTAS MOBGRAPHIA

por Paulo Keller – 18/07/2015

Ae mOB

Finalmente chegou a hora de divulgar as 10 fotos selecionadas de cada categoria. Mas antes disso eu gostaria de fazer alguns comentários.

Muitas pessoas ainda têm uma visão limitada do que são as redes sociais e o Instagram. Claro que isso tudo pode ser utilizado para futilidades, pode ser um enorme consumidor de tempo e em muitas vezes até dispensável. Cabe cada um usar os recursos disponíveis da maneira que lhe for mais conveniente. Ou simplesmente não usar.

Vejo o Instagram como uma excelente ferramenta de confraternização. Lá encontro pessoas que talvez nunca tivesse chance de conhecer. E mesmo que esses encontros sejam apenas “virtuais”, eles enriquecem minha experiência de vida com a troca que fazemos lá. E é muito fácil separar o joio do trigo. Tão fácil quanto selecionar as notícias a serem lidas no jornal. Só depende do usuário e é possível escolher a visualização de apenas conteúdos bacanas. É assim que eu uso.

Os smartphones também foram objeto de muita conversa na última matéria com dicas de mobgrafia. Aqui eu também pontuo que de fato eles não são uma ferramenta mandatória. Assim como canivetes suíços também não são. Mas aqueles que gostam de praticidade, como, por exemplo, ler seu jornal favorito enquanto está no táxi, no ônibus ou em alguma fila, sabem que os smarphones são uma ferramenta bem interessante. Eles também não são culpados pela falta ou diminuição da socialização real. Isso depende exclusivamente da opção de quem os está utilizando.

No campo da fotografia, ou mobgrafia, é claro que os smartphones não podem ser comparados com câmeras e lentes sofisticadas. Mas dentro das limitações impostas é possível fazer mobgrafias interessantíssimas, que em alguns casos já não raros ganham status de arte. Eu particularmente adoro o desafio de fazer mobgrafias com essas limitações. Dessa maneira o olhar e a criatividade ganham um destaque ainda maior que a qualidade do arquivo gerado. Sei muito bem que não é todo mundo que gosta ou tem algum talento. Mas há muita gente que tem medo de arriscar e assim deixar o talento escondido, ou não desenvolvido.

É como aquele ditado: “O homem não foge do leão porque tem medo, mas tem medo porque foge do leão.”

Então esse foi o ponto que eu particularmente mais gostei em ter promovido esse desafio. Pude observar participantes muito talentosos e que submeteram muitas mobgrafias. Mas esses já eram praticantes. Porém, alguns realmente foram a campo ou se iniciaram nessa prática; e com muito entusiasmo. E mesmo sem terem conseguido um resultado excelente tiveram coragem de participar. E é assim que a gente abre a cabeça para novas possibilidades. Então, se você é um desses, saiba que tem minha admiração e incentivo total, mesmo que sua mobgrafia não esteja entre as selecionadas. E se estiver, melhor ainda! E como muitas coisas nessa vida, a prática constante levará a resultados cada vez melhores.

Eu tenho certeza que esse desafio também serviu para muitos participantes se tornarem seguidores mútuos, uns se inspirando nos outros. E isso me deixa profundamente feliz. O gostar de carros ganha uma nova maneira de ser compartilhado.

Parabéns a todos os participantes! E se sua mobgrafia não estiver aqui não se desaponte. Fique ligado que outras oportunidades parecidas virão.

Pratique o autoentusiasmo! Pratique mobgrafia!

Bem, vamos então às 10 mais de cada categoria.


Inteiros

Veja todas as fotos submetidas: #autoentusiastasmobinteiros.


Detalhes

Veja todas as fotos submetidas: #autoentusiastasmobdetalhes.


Miniaturas

Veja todas as fotos submetidas: #autoentusiastasmobminiaturas.

PK/Ae

Realização:

IMG_19485052632210 a-horz

Buenos Aires Mobile Festival 2015

logoBAMFweb

Confirmado para 2 de Outubro o Buenos Aires Mobile Festival, produzido pelos parceiros Javier Siriani e Popckorn!

A mObgraphia estará presente e ajudará também no detalhamento das categorias e regras para a participação da comunidade brasileira.

A data máxima para envio do material é 20 de setembro. Dentro de alguns dias, uma landing page do fesival estará no ar.

O festival vai unir video e fotografia e as categorias são:

VIDEO

  • Animação
  • Documentário
  • Videos Curtos (2-3 min)
  • Micro (Instagram – 15S – Vine -6S)

FOTOGRAFIA

  • Ecología / Paisagem
  • Mobilidade Urbana
  •  Branco e Preto
  • Retrato
  • Fotojornalismo / Documental
  • Arte Visual

Fique ligado!

Screen-Shot-2015-07-05-at-9.18.03-PM-930x695

mObtrip Berlin 2014, mObtrip NY 2015

10959311_369294996586254_5931175427713100770_n

Ainda estamos trabalhando para viabilizar um grupo de fotógrafos que queiram ir participar do EyeEm Festival 18 e 19 de Setembro em NY. Veja aqui.

A idéia é participar do evento e aproveitar a cidade em todos os seus aspectos fotográficos (e são infinitos…). A mObgraphia ainda está acertando a participação no painel (houve uma redução no tamanho do evento de 2 dias para 1 dia e meio, o que complicou bastante a agenda).

Enquanto esperamos os detalhes, que deverão chegar na quarta feira, aproveite para ver o video que fizemos de Berlin com material inédito e que mostra um pouco do que foi a mObtrip ao EyeEm 2014.

Tutorial Paulo Keller e Desafio AUTOentusiastas

O fotógrafo e fã de carros Paulo Keller acaba de publicar no site AUTOentusiastas um mini tutorial de mobgrafia para quem vai fotografar carros e quer participar do desafio AE mObgraphia que vai até 15 de julho (falta pouco hein?).

Recomendamos não só para os fãs de carros mas para qualquer um que queira aprimorar sua técnica.

Obrigado Paulo!

COMPARTILHE SEU AUTOENTUSIASMO

por Paulo Keller – 08/07/2015

“A melhor câmera é aquela que está sempre com você.” Chase Jarvis

Essa frase demonstra exatamente por que os smartphones estão acabando com o mercado de câmeras compactas. Hoje em dia ninguém sai de casa sem o seu smartphone. E o fenômeno das redes sociais fez a fotografia virar praticamente uma necessidade. Todo mundo quer retratar e compartilhar os momentos bons de sua vida, suas aventuras e viagens, as amizades, as risadas e, no nosso caso, nossos carros! Os fabricantes de smartphones já perceberam isso e estão melhorando muito as câmeras e recursos de seus aparelhos a cada geração. O resultado é que hoje carregamos em nossos bolsos um potente equipamento de socialização.

Uma atividade social e sadia

Mas com o recente Desafio AUTOentusiastas mObgraphia, uma ação para fomentar a captação de fotos de carros feitas com smartphones, eu percebi que essa não é uma prática muito entendida ou dominada por muitos dos leitores que nos acompanham. Pode ser pela falta de interesse, ou até por receio ou falta de conhecimento. Há ainda alguns que são um pouco avessos a mídias sociais. E aqui eu faço um comentário: como tudo nessa vida, ou quase tudo, temos que saber fazer bom uso das coisas.

Há quem use as mídias sociais apenas para futilidades. OK, cada um usa seu tempo como quiser. Mas sabendo usar, elas podem ser uma boa fonte de informação e uma distração muito sadia. Eu, por exemplo, fico sabendo de muitas notícias por links compartilhados no Facebook, e filtro muito bem o que não quero ver. Há ferramentas e opções para isso. O Instagram também é uma mídia social, só que lá a linguagem são as imagens. E fotos bacanas devem ser compartilhadas, pela beleza em si, e pela possibilidade de contaminar outras pessoas com o entusiasmo.

Por isso eu resolvi escrever essa matéria com dicas para ajudar aos que já praticam a mobgrafia (fotografia feita com aparelhos móveis, mob é demobile, móvel em inglês) e querem melhorar a qualidade do seu trabalho, e também para aqueles que gostariam de se iniciar nessa prática. Porém a idéia não é fazer ser um guia completo sobre fotografia.

A melhor câmera é aquela que está com você

De início eu já digo que não há milagres. Há dois ingredientes que não podem faltar: vontade e dedicação. E eu digo que esses ingredientes são essenciais, pois fazer fotos mais elaboradas exige um processo de aprendizado basicamente relacionado à prática e àa experimentação, para assim desenvolver o olhar.

O processo completo para uma boa mobgrafia é composto de três etapas: captação, edição e compartilhamento.

Captação

Claramente é a etapa mais importante. A primeira coisa a fazer é ajustar a câmera de seu celular para máxima resolução. Isso faz muita diferença principalmente se a foto será compartilhada. Embora não seja um padrão obrigatório, as mobgrafias são geralmente no formato quadrado (ou 1:1). A maioria dos celulares modernos tem a opção de ajuste do formato da foto. Isso facilita muito o enquadramento, evitando que se faça cortes no momento de postagem no Instagram. Mas há aqueles que gostam de enviar as fotos diretamente para o Facebook e preferem uma linda foto em paisagem. Sem problemas. Feita a foto em qualquer formato é possível recortá-la no momento da edição. Mas cuidado com os recortes pois nem sempre o enquadramento fica bom com o recorte. Por isso, ao menos com começo, eu recomendo que já se faça a foto no formato 1:1.

Lexus IS250 mObgraphia

Outro recurso que ajuda muito é a grade, ou linhas de grade. São linhas que parecem um Jogo da Velha. Através delas pode-se aplicar a regra dos terços mais facilmente colocando o objeto principal de sua foto em um dos pontos de intersecção das linhas. Dessa maneira temos o tema da foto sempre deslocado do centro, o que deixará suas mobgrafias mais atraentes. De maneira geral, fotos centralizadas ficam boas apenas quando queremos enfatizar simetria.

No exemplo abaixo o carro está bem no ponto inferior direito. Repare também como as linhas servem para organizar a foto com a linha inferior servindo de guia para o posicionamento vertical da foto e separando bem a parte baixa e clara da parte alta e mais escura. Se você estiver fotografando o horizonte, no mar por exemplo, posicione-o nessa linha deixando dois terços de céu e um terço de água. Mas não fique refém dessa regra e ele também não precisa ser milimétrica.

Lexus IS250 mObgraphia Regra dos terços

Escolhido o objeto principal, que provavelmente será seu carro, seu par ou seus amigos, vem outro ponto de observação que nem sempre é fácil de mexer. Poucas pessoas reparam no fundo da foto no momento em que estão fotografando e o resultado disso é que quase sempre temos distrações, como outras pessoas, postes, fios, mata ou outros elementos que podem não tirar o brilho de um sorriso, mas podem não enfatizá-lo.

Há duas maneiras de resolver isso. Escolhendo um fundo neutro e sem distrações, ou usando as distrações na composição da foto. Se isso não for possível podemos trabalhar na distância do objeto, mover-se ao redor do objeto em busca de um ângulo melhor, ou procurando posições mais altas ou mais baixas e assim procurar um enquadramento que exclua as distrações da foto ou que as inclua de maneira mais harmoniosa.

Na seqüência abaixo a estrada à direita estava causando uma distração na primeira foto. Na segunda ainda ficou um caminhão bem na frente do carro. Até que na terceira e já editada a opção foi remover a estrada por completo do enquadramento. Tudo isso apenas abaixando o smartphone.

Nessa próxima seqüência a tentativa foi fazer a estrada entrar na composição, mas de uma maneira gráfica. Nas duas primeiras o carro simplesmente não ganhou destaque.

Quanto mais tempo você se dedicar a captação melhores serão suas mobgrafias. Faça muitas experiências, faça mais de uma foto de cada momento e depois escolha a que ficou melhor. Parte desse processo é a observação posterior do seu material para entender o que funcionou e o que não funcionou bem. Há ainda muito que falar sobre luz, formas, padrões etc. Mas isso fica para uma próxima matéria.

Edição

Quando você se depara com uma foto interessante pode ter certeza que ela passou por algum tipo de edição. Todas as fotos publicitárias ganham aquele ar de perfeição no pós-tratamento. Se o enquadramento já estiver bem feito e seu objeto bem focado a edição fica bem mais fácil.

Existe uma infinidade de programas de edição. Todos fazem praticamente as mesmas coisas. Mas dois deles destacam pela facilidade de uso ou por recursos interessantes. Como não poderia deixar de ser, o Instagram é algo mandatório, pois além de uma mídia social, ele também é um excelente editor. Como editor o Instagram é um dos mais fáceis de se usar. Conheço muita gente que morre de medo de se aventurar nos filtros e ajustes possíveis. Mas esses recursos podem realmente dar uma cara diferente para suas mobgrafias. No Instagram é possível escolher um filtro, ajustar sua intensidade e logo publicar a foto. Ou também “brincar” com os outros ajustes antes de publicá-la.

Diferentes tela do Instagram. Fácil e gratis!

Se você é daqueles que gosta de compartilhar tudo em tempo real recomendo já captar as fotos pela própria câmera do Instagram e compartilhá-las logo depois da edição. Se é do tipo mais calmo, captar as fotos, quanto mais melhor, e depois, quando der um tempo, selecione apenas as melhores e capriche mais na edição. Quando você vê uma foto maravilhosa no Instagram pode ter certeza que foi feita e editada com calma, e não necessariamente no Instagram.

Outro aplicativo mandatório é o poderoso Snapseed. As fotos em preto e branco dessa matéria foram todas editadas apenas no Snapseed. Nele é possível fazer edições mais sofisticadas pois ele apresenta uma grande variedade de filtros e ajustes. O destaque é o ajuste chamado drama, que deixa as mobgrafias com muito mais vida. Freqüentemente edito fotos no Snapseed e depois as publico no Instagram (sem aplicar nenhum filtro adicional).

Tela do Snapseed, também grátis

Na edição das mobgrafias vale tudo. Também é uma etapa em que o aprendizado vem com a prática. É uma etapa que funciona até como uma terapia ou uma excelente distração. Eu recomendo que se faça mais de uma versão da mesma foto e depois as compare e escolha a mais bacana para publicar. Outra recomendação importante é que se tome cuidado com o abuso dos filtros. Muita gente, eu diria a maioria, no começo tem uma tendência a exagerar nos filtros. Como regra básica, quando você achar que o ajuste está bom, volte ou diminua esse ajuste entre 10% e 20% para atingir um melhor equilíbrio.

Lexus IS250 mObgraphia Instagram

Compartilhamento

De nada adianta fazer uma foto super-bacana e não compartilhar com ninguém. E nisso as mídias sociais ajudam muito. Compartilhar nossas experiências já é uma coisa legal. E uma qualidade visual melhorada vai agradar muito mais a sua audiência.

O ponto de partida para o compartilhamento é o Instagram. Se você é do tipo mais reservado ou não gosta de se expor muito há duas alternativas. Torne sua conta do Instagram privada (o que limita muito sua audiência) ou deixe ela aberta e poste fotos mais genéricas e menos pessoais. Uma das vantagens do compartilhamento e participação nas redes sociais é a observação de outras fotos que podem servir de inspiração. Não é raro guardarmos uma imagem bacana na cabeça e depois a usarmos como inspiração para fazermos a nossa própria mobgrafia. O compartilhamento também nos ajuda a participarmos de comunidades com os mesmos gostos e paixões.

Compartilhar do Instagram para outras redes ajuda no processo e comentar fotos de amigos também é bacana

O Instagram também permite o compartilhamento no Facebook (basta associar os seus perfis) E para aqueles que produzem muitas fotos e não gostam de fazer o download no computador a dica é abrir uma conta no Flickr (que disponibiliza 1 terabyte de armazenamento grátis). Através do Instagram é possível enviar as fotos também para o Flickr e deixá-las lá guardadas.

No caso do compartilhamento, diferente da captação e edição, a quantidade não é importante. Quando você vê fotos maravilhosas pense que elas representam entre 5% e no máximo 10% de todo o material produzido. Todo fotógrafo só exibe o melhor de seu material.

Ao compartilhar é muito gostoso receber comentários. Então recomendo que também se comente fotos legais de seus amigos. Só faz bem. E nas fotos de carro use sempre o hashtag (#) #autoentusiastas. Assim nos facilita encontra as suas fotos.

Uma nova linguagem

Agora que as dicas já foram dadas é importante destacar que mObgraphia ( com ph) é um movimento criado para desenvolver e promover a mobgrafia e através delas estabelecer uma conexão próxima e engajadora entre grupos de pessoas com interesses comuns. Nesse caso, autoentusiastas com carros! Celulares, tablets, não importa; tudo é arte e movimento. Nesse tempo super-acelerado em que vivemos as imagens estão se tornando fundamentais para a comunicação. No exterior já existe um movimento muito organizado em torno da mobgrafia, inclusive no meio jornalístico e aqui esse movimento vem ganhando força e se consolidando.

Por isso estamos promovendo o Desafio AUTOentusiastas mObgraphia. Agora que as dicas foram dadas é só participar. Se ainda não sabe do que se trata, veja aqui. Participe.

Para saber mais sobre o mundo da mObgraphia:
mobgraphia.com
facebook.com/mobgraphia
no Instagram: @mobgraphia e @autoentusiastas

As imagens dessa matéria são todas mobgrafias feitas durante uma viagem de Tiradentes (MG) para São Paulo e captadas com um Samsung Galaxy S5 e editadas no Sanpseed. Outras dicas minhas estão aqui.

Pratique autoentusiasmo! Pratique mobgrafia!

PK