Berlin, impressoes antes da volta

Escrevo este texto aa bordo do voo da Turkish Airlines de Istambul a Sao Paulo, com uma novidade para mim… vou poder compartilhar com voces ainda em voo. A tecnologia tem seus momentos interessantes…a 14 dolares.
Saindo de Berlin
A partida, como todas elas, envolve um misto de alivio por voltar para casa e tambem uma certa tristeza por coisas que nao chegaram a ser vistas por falta absoluta de tempo habil.
Coisas como a Nefertiti no museu Neues, o Motorrad Museum dedicado aas motocicletas e mesmo alguns palacios nos arredores da cidade. onde historias dos reis da Prussia e suas vitorias e derrotas em combate foram contadas.
Ainda assim, deu para conhecer bem algumas perolas como o Museu da Fotografia e a colecao particular de Helmut Newton o grande fotografo berlinense que deixou um legado e uma marca inesqueciveis. Infelizmente, nao pudemos fotografar dentro do museu (o que parece ser uma incoerencia) por questoes de direito autoral.
Alguns passeios foram marcantes, como a visita aos bunkers construidos durante a guerra fria o que pareceu ser uma viagem no tempo.
Todos estes detalhes vao ser contados aos poucos em minha coluna aqui no site e tambem na revista bwin color. Se voce ainda nao conhece nao perca tempo. siga o link http://issuu.com/bwincolor/docs/bwincolor09pt e veja nossa coluna de estreia.
Amanha tem mais historia, agora, vou aproveitar o wifi dentro do aviao e postar umas mobgrafias no @cadulemos e no @mobgraphia. Confira tambem o feed do Ricardo em @rrojas65
Abracao
Cadu
PS Os erros de digitacao continuam por conta do alemao que me atrapalha…o teclado, comprado em Berlin  para tablet que inventei de testar.

IMG_3508.JPG

IMG_3504.JPG

EyeEm Festival – dia 2

Hoje o dia comecou mais tarde por que a festa da premiacao foi ateh de madrugada. Como bons festeiros, nossos anfitrioes marcaram o inicio da agenda para meio dia…

O dia hoje foi de reunioes para discutirmos, entre outras coisas, a montagem da exposicao 2014 no Brasil, ano que vem. Alem disso, algumas surpresas para os nossos amigos que nos acompanham aqui na mObgraphia.  Ainda nao podemos entrar em detalhes.

Tivemos um painel que discutiu em detalhes as questoes da etica na fotografia, o mercado de imagens stock . lembrando que o EyeEm tem um acordo com a Getty Images, o que se refere à busca de um norte que ainda nao se sabe exatamente qual eh.

Alias. esta eh uma das caracteristicas mais impressionantes do momento que vivemos na fotografia e na mobgrafia, a busca comum que todos envolvidos nisso, tem  pelo caminho a ser adotado. o norte a ser seguido. E a resposta eh, ninguem sabe ainda.

Trata-se de um momento fascinante e cheio de surpresas, obstaculos e armadilhas, mas que tem na existencia de comunidades seu grande ponto positivo.  Todos pregam e praticam a importancia da formacao de grupos de interesse comum e afinidade e, certamente por isso, encontramos tanta gente interessante por aqui. Gente como William Rowe da Protein empresa que pesquisa tendencias no mundo todo, a editora do Huffington Post Anna Dickson que tambem jah foi da revista Rolling Stone, a Professora da escola de Ciencia e Tecnologia de Lausanne, Sabine Susstrunk, envolvida na pesquisa da camara do futuro, Antony Danielle do Mobile Media Lab, Olivier Laurent da Time LIGHT BOX e o figura Haje Jan Kamps CEO do Triggertrap, um aplicativo que cresce a passos super largos.

Aos poucos vamos apresentando algumas destas pessoas e destas ideias.
Veja mais aqui> http://festival.eyeem.com/#g-51

Agora rua, hora de fotografar.

Ate breve

Cadu

IMG_3419.JPG

IMG_3420.JPG

IMG_3418.JPG

EyeEm dia 1

Pessoal, o que aconteceu hoje aqui em Berlin eh historico. Gente do mundo inteiro como Tokio, NY, Londres, Moscou, Paris, Bangkok, Buenos Aires, Rio e SP, alem de Frankfurt, Sidney. e outros pedacos deste planeta, reunidos em torno de algo comum, um interesse unico, que eh a mobgrafia, a fotografia mobile como ainda se diz por aih
Foi um enorme prazer ser recebido pelo CEO do EYeEm, Flo Meissener, que em 2010, a caminho de sua carreira de fotografo em NY foi roubado totalmente e ficou na mao, apenas com seu iPhone. Assim nasceu o EyeEm, com o Flo sem equipamento porem livre para fotografar. Que tal?
Cinco anos depois. o EyeEm eh uma realidade como plataforma para diversos paises,claro que sem comparacao . ainda. com o Instagram.porem com MUITO mais flexibilidade e criatividade na plataforma, confira em http://www.eyeem,com.
A premiacao foi sensacional. e o fotografo do ano do EyeEm
tem 15 anos.
Siga a gente no Instagram atmobgraphia
Amanha tem mais.

IMG_3389-0.JPG

IMG_3399.JPG

IMG_3405.JPG

IMG_3404.JPG

IMG_3402.JPG

IMG_3403.JPG

mObtrip Berlin

 

Queridos amigos da mObgraphia, estamos aqui em Berlin desde terca feira, com a missao de trazer a voces tudo o que esta cidade fantastica tem a oferecer para quem gosta de fotografia e arte.
Por favor nao reparem nos deslizes de digitacao. estou testando um teclado novo no meu tablet e ele foi feito para escrever em…alemao! rs,…
Ok` vamos em frente.
Clima bom, na faixa de 20 graus celsius o dia todo, com uma luz fantastica de fim de verao, comeco de outono, algumas pancadas de chuva ao longo do dia o que traz tambem algumas nuvens para tornar as fotos mais dramaticas. O Ricardo nao gosta muito mas eu adoro.
A primeira coisa que chama a atencao aqui eh a chegada por avenidas enormes e monumentos incriveis, com um numero absurdo de ciclistas. Aproximadamente 20% da populacao de Berlin, usa a bicicleta como meio principal de transporte.
O Ricardo estah preparando um ensaio detalhado sobre este tema. Passamos pelo monumento da Vitoria que segue em direcao ao Portao de Brandenburgo, o simbolo maximo desta cidade. Tem um urso simbolo tambem, mas isso eh outra conversa.
O hotel que ficamos estah situado em Potsdamer Platz, um dos lugares com mais historia por aqui, detalhes em proximas edicoes, e foi indicado pela turma sensacional do Visit Berlin, http://www.visitberlin.de que tem nos dado um apoio inestimavel nesta mobtrip,

O Wyndham Grand eh um hotel design construido onde ficavam os correios alemaes. O servico eh impecavel, cozinha de primeirissima qualidade e claro. um chuveiro reconfortante para o final das longas caminhadas que temos feito por aqui.

Check in feito, vamos pra rua, com cameras e celulares em punho, farejando coisas diferentes. afinal Berlin ja foi fotografada em todos os seus angulos ao longo de sua dramatica trajetoria.
Uma coincidencia feliz foi encontrar no inicio da caminhada, uma exposicao dedicada aos 25 anos da queda do Muro de Berlin, um evento emblematico
e parte inegavel do carater dos berliners.

Vou comentar em posts futuros minha impressao sobre o enorme desperdicio de tempo, energia e, principalmente de vidas, que foi a epoca da guerra fria do lado oriental. Hoje. quinta feira dia 11 de setembro, fui visitar o museu da Stasi e confesso. fiquei muito mexido com o que vi, exatamente a mesma sensacao que tive quando assisti o filme `A vida dos outros’ que retrata a mesma epoca.

O que vou apresentar aqui, ao longo dos posts que publicaremos, eh apenas uma fracao do que foi este verdadeiro pesadelo. Pense como voce se sentiria ao saber que nao poderia voltar para casa apos comprar seu pao para o cafe da manha na padaria, porque uma fronteira foi criada da noite para o dia e ninguem poderia entrar ou sair a partir daquele momento. Isso foi o comeco.
Amanha tem mais.

Nao deixem de acompanhar as fotos da viagem no Instagram nas contas mobgraphia, cadulemos e rrojas65

Asta la vista.
Cadu Lemos
mObgraphia

image