Cultura, Arte e Tecnologia

Corpo de Jurados do Prêmio mObgraphia 2015

Hoje, oficialmente comunicamos aos participantes e seguidores da mObgraphia,  os nomes e curriculuns dos jurados que compõem o comitê do Prêmio mObgraphia 2015.

Entre eles estão ativos fotógrafos, editores, criativos, publishers, jornalistas e com envolvimento direto com mobgrafia de diversas partes do mundo. Para nós, é uma honra poder ter formado um grupo desse nível, experiente, único em suas características para esse evento, também único no nosso país.

César Ovalle (@cesinha)

Imagem9

Quem está no Instagram seguramente conhece @cesinha, um dos fotógrafos mais influentes do canal mais poderoso de mobgrafias do mundo.

Começou a clicar como hobby em São José dos Campos, sua cidade natal, em 2000. Nessa mesma época, já cursava Rádio e TV na UMESP, mas acabou se apaixonando mesmo foram pelas imagens congeladas – embora seja fissurado em criar movimentos com elas.
Após se formar na faculdade e ter trabalhado em alguns meios de comunicação, resolveu entrar na Escola Panamericana de Arte para aprimorar seus conhecimentos na fotografia, e foi aí que sua carreira com as lentes começou a ascender. Além de mobgrafias, Cesinha é um artista das fotos de shows, tendo sido autor das capas de disco da banda NXZero entre muitas outras.

Cora Ronai (@cronai)

cora ronai headshot

Cora  iniciou sua carreira no jornalismo em Brasília. Trabalhou no Jornal de Brasília, no Correio Braziliense e nas sucursais da Folha de S. Paulo e do Jornal do Brasil.

Em 1980 voltou para o Rio de Janeiro. Em 1982 deixou o Jornal do Brasil, ao qual retornaria alguns anos depois, para dedicar-se à literatura e ao teatro infantis. Nessas áreas, recebeu prêmios da ANLIJ e o Prêmio Mambembe.

Pioneira do jornalismo de tecnologia, lançou em 1987, no Jornal do Brasil, a primeira coluna sobre computação da grande imprensa brasileira. Usuária de computador pessoal desde 1986, adotava, já então, o estilo de escrita coloquial que caracteriza o seu trabalho, seja na área cultural, seja na área tecnológica.

Foi a primeira jornalista brasileira a criar um blog, o internETC., ativo desde 2001, e primeira a dedicar-se à fotografia digital como ferramenta de comunicação. Nos primórdios do Fotolog, a página que ilustrava com fotos do Rio de Janeiro e de suas viagens chegou a ser a mais visitada do mundo.

Em maio de 2006, consolidou seu trabalho como pioneira também no uso dos celulares com câmera lançando o livro Fala Foto, seleção de imagens realizadas ao longo de cinco anos com mais de uma dezena de diferentes aparelhos. Fala Foto, finalista do Prêmio Jabuti, foi o primeiro livro de fotos de celulares do mundo. Parte das fotos do livro foi exibida numa individual na Mercedes Viegas Arte Contemporânea, importante galeria carioca, outro feito inédito para instantâneos colhidos por celulares, sem pretensões artísticas.

No jornal O Globo, onde trabalha desde 1991, criou o caderno de tecnologia “Info etc.”, que editou até 2008. Atualmente, além de colunista de “Tecnologia”, é também cronista do “Segundo Caderno”.

Recebeu o Prêmio Comunique-se de Melhor Jornalista de Informática em 2004, 2006 e 2008.

Em maio de 2014, foi incluída entre as dez principais inovadoras brasileiras pela ZDNet, uma das mais importantes publicações de tecnologia.

Daniel Berman

bermanheadshot

Um dos pioneiros da mobgrafia, Daniel Berman é um cineasta de documentários, fotógrafo e empreendedor. Berman é o fundador do MPA Mobile Photo Awards, o maior e mais antigo prêmio internacional de mobgrafias e exposições itinerantes que se seguem ao prêmio.

Como produtor e director de TV criou e produziu centenas de horas de programação para emissoras internacionais, com músicos de jazz e rock com Sonic Youth e Mickey Hart do Grateful Dead entre eles.

Como fundador do Mobile Photo Awards, Berman também é o produtor e curador de exposições e um elo importante de ligação entre os fotógrafos e colecionadores de mobgrafia fine art.

Érico Hiller (@ericohiller)

s
Érico Hiller (1976) é brasileiro e reside na cidade de São Paulo. É fotógrafo independente desde 2003. Colabora para publicações como National Geographic Brasil, Rolling Stone, Trip, Casa Vogue e Marie Claire. Apaixonado por artes, design e cinema, escolheu a fotografia como forma de se expressar e documentar histórias ao redor do planeta. Seus projetos, exposições e livros apresentam uma temática humanitária. Em 2008 realizou um grande ensaio documental que resultou no livro Emergentes, sobre as tensões sociais e ambientais em grandes cidades da Argentina, Brasil, China, Índia, México e Rússia. Em 2012 lançou no Museu da Casa Brasileira em São Paulo, o projeto Ameaçados, uma exposição e um livro sobre lugares que correm risco no século 21 por conta de mudanças climáticas e ações do homem, como Maldivas, Mata Atlântica, Monte Kilimanjaro, Ártico e Vale do Omo na Etiópia. Érico é adepto da mobgrafia desde 2013.

Ignacio Aronovich (@lostart)

ignacio aronovich

Ignacio Aronovich é fotógrafo, jornalista e curador. Ele e sua mulher Louise Chin editam o site Lost Art,  um coletivo de fotografia, comportamento e arte.

Aronovich e Chin viajam o mundo atrás de novidades e de lugares desconhecidos. Suas buscas os levaram a lugares como Antártida, Alaska, África, Jordânia, Laos, Camboja, entre outros destinos.

A dupla  já  documentou algumas das provas mais difíceis do mundo como a Raid Gauloises, Elf Authentique Adventure e a Raam (Race Across America), a prova mais dura do ciclismo mundial, que cruza os EUA da costa oeste à leste.

Tiveram seus trabalhos expostos na 202 Gallery, na Filadélfia (EUA), Kreuzberg, em Berlim (Alemanha), junto com Bansky, Shepaird Fairey e  Swoon, no Crystal Worlds,  em Innsbruck (Áustria).

Em 2005, a dupla lançou como co-autora do livro “Graffiti Brasil”, pela editora inglesa Thames & Hudson. Em 2008, participou do Festival della Creatività em Florença (Itália).

Javier Siriani

siriani headshot

Argentino de Buenos Aires, o fotógrafo, storyteller Javier Siriani trabalha desde 2010 na Turner Broadcast Latin America  como responsável por produtos digitais, no que está envolvido desde 2005.

Formado em Propaganda e Relações Públicas , foi produtor da Playboy Mobile e coordenador de produção mobile da Walt Disney Company Latin America

Em 2010 Siriani produziu o primeiro festival de mobgrafias da Argentina como parte de seu projeto pessoal Popckorn.com,  dedicado à cultura mobile.  Possui prêmios de mobgrafia pelo Foto Movil 2012 Latam e é embaixador oficial do EyeEm de Berlin.

Leo Saldanha (@fhoxonline)

Retrato_LeoMesquita

Leo Saldanha é jornalista e editor da revista FHOX. Publicação com 25 anos de mercado voltada para os negócios da fotografia. Nos últimos 14 anos, Saldanha acompanha as mudanças e estuda as tendências no ramo fotográfico.

Milos Kalvin (@shootermag)

FOTO EMILIO POR GIACOMO

Milos Kalvin é o fundador da primeira e mais importante revista de mobgrafia do mundo a “Shootermag”, editada quatro vezes por ano com o que há de mais qualidade e criatividade na fotografia de celular no mundo.

Kalvin é diretor de criação, fotógrafo, editor e produtor de ações e publicações para clientes e marcas como Santander, Fundação Joan Miró, Centro de Arte Reina Sofía.

Como Publisher já desenvolveu e publicou mais de mil livros. Foi premiado como melhor artista visual espanhol e um de seus livros como a melhor edição de livros do mundo.

Severin Matusek (EyeEm Berlin)

severin matusek headshot

Severin Matusek, austríaco,  é o vice presidente de conteúdo e comunidades do EyeEm, maior plataforma de mobgrafia da Europa e em plena expansão. O EyeEm acaba de abrir escritórios em San Francisco e Nova York, trabalha em conjunto com a Getty Images para comercialização das mobgrafias de seus membros e comunidades e realizou a primeira exposição itinerante do seu festival de 2014. Esta exposição deverá vir ao Brasil no segundo semestre. Matusek foi editor dos livros da Lomography, marca austríaca que revitalizou a fotografia com filme, da qual Severin é adepto.

Curadoria:

Equipe mObgraphia: Cadu Lemos, Ricardo Rojas, Mari Corsini, Paulo Keller

mObgraphia e Lexus 01

@rrojas65  @paulokeller @cadulemos

Você ainda tem até sexta à meia noite para enviar suas mobgrafias e ensaios! Não perca esta oportunidade única de expor sua arte no MIS com essa turma de peso!

Siga o link: https://mobgraphia.com/regulamento-premio-mobgraphia-2015/

Esta entrada foi publicada em abril 8, 2015 às 11:18 am e está arquivada sob Uncategorized. Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: