Cultura, Arte e Tecnologia

#mobtriplesteeuropeu post 3

Continuamos viajando com Bianca Vasconcellos em sua incursão pelo Leste Europeu, ricamente documentada por suas mobgrafias e seus relatos.
Hoje, mais urbex no sul da Alemanha, esperando o trem para Wünsdorf-Waldstadt, Bianca não se intimida nem resiste à um clic desta sala de espera envidraçada com porta de metal dourado bem ao estilo art-déco e dá de cara, olhando de dentro, com um alemão tomando sol sob um vento gelado da primavera. Bianca prossegue seu relato de hoje:

13052531_1125426807488735_1884473097_o13062555_1125426654155417_1579934331_o

Meu destino, desta vez, é o bunker construído pelos nazistas na segunda guerra, que os russos se apropriaram quando se instalaram na cidade em 1945.

13052619_1125431587488257_1541627757_o.jpg

A Pequena Moscou não se limitava aos domínios de uma cidade com portões abertos só para os soldados russos, suas famílias e empregados. Havia um bunker construído pelos alemães antes de perder a guerra e que os russos sem conseguir destruir, se apropriaram dele, assim como tudo na pequena cidade no sul do lado leste da Alemanha. Chego na estação pela segunda vez na semana como se já fosse íntima do lugar, e nada me escapa do gosto dos alemães desta parte do país que ficou sob o domínio dos russos até 1994.

13054531_1125436397487776_598680466_o

Passo no mesmo café de uma alemã que insiste em falar italiano comigo e de lá descubro que são 5 km até o bunker. Consigo uma carona com pedreiro alemão que me leva até a bilheteria aberta às 15:00, para ouvir um “não” bem redondo da funcionária. Visita ao bunker só das 13 às 14h. Desta vez eu não tinha Vaumann, o segurança da cidade proibida para me deixar entrar.

Mas por que vocês não avisam no site? Por que vocês não informam que são 5km da estação? Dispensei o simpático pedreiro e fui a pé para fotografar uma construção esquisita, totalmente abandonada, com cara de ter sido de oficiais russos.

 

Toda murada a ferro alto, dou a volta para tentar uma brecha, e eis que o encontro solitário entre galhos secos e recém folheados pela primavera:

13072293_1125438940820855_968781897_o

A segunda estátua de Lenin na pequena Wünsdorf-Waldstadt, é menor nesta propriedade, mas não menos abandonada, não menos esquecida pelos russos que a deixaram para trás no último trem em agosto de 94.

13046091_1125440834153999_1663407060_n

Não está muito claro para mim porque os alemaes mantem tanto mistério sobre os prédios, incluindo o bunker e a cidade proibida. Ao mesmo tempo que fazem turismo do bunker, não divulgam que você só pode visitar um hora por dia. A Pequena Moscou não tem placa e os prédios que estão na frente desta cidade proibida, imagino que foram moradias dos soldados, porque estão abandonados como tudo que os russos deixaram para trás.

 

 

As imagens acima são de uma casa vizinha do hotel também abandonado que fica logo à esquerda de quem sai da estação.

A imagem do hotel, a primeira, infelizmente fechado.  Não dava pra pular o muro com os alemães com um olho no trem e outro na forasteira tirando fotos dos prédios abandonados deles,rsrs

 

 

Na caminho de volta para Berlim, dentro do trem.

Em suas comunicações diárias com a mObgraphia, Bianca além de todas as imagens e seu diário de bordo, também nos dá detalhes importantes para quem quer fazer o mesmo roteiro:

” Pois é, não rolou o bunker mas tentei fazer do limão uma limonada, rsrs. Amanhã vou passar o dia no trem, a caminho da Cracóvia. Lá teremos o campo de concentração. A dureza aqui é tb o wifi, nem todo lugar libera a senha. Fico dependendo de quem libera ou quando chego no ap. onde me hospedo”.

Agora, Auschwitz. Boa viagem e bom trabalho Bianca. Estamos aqui grudados na telinha, te acompanhando!

 

 

Esta entrada foi publicada em abril 21, 2016 às 10:26 am e está arquivada sob Uncategorized. Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: