Cultura, Arte e Tecnologia

A mobgrafia de Jairo Goldflus

Durante 689 dias, ele retratou 1.500 pessoas com seu smartphone; no livro ‘You Are Not Here’, uma seleção de 456 imagens.

 

No texto do repórter Alan Severiano, uma resenha do belíssimo trabalho do fotógrafo paulistano:

Onde você está agora? Tem certeza de que é aí?

You are not here – o terceiro livro do fotógrafo Jairo Goldflus – é um registro fascinante e perturbador de gente entorpecida pela rotina.

Reconhecido pelo trabalho em estúdio com personalidades brasileiras e estrangeiras, Jairo embarcou numa autodescoberta profissional ao se deparar com o modus vivendi do metrô de Nova York.

Em meio ao barulho dos trilhos, flagrou com um celular o silêncio e a espontaneidade dos passageiros de uma das cidades mais diversificadas do mundo – e se espantou com a reação. Dos mais de 400 fotografados, só dois perceberam que estavam diante de um clique.

“Olhar é como invadir o espaço privado. Em Nova York, existe essa etiqueta social de não se intrometer na vida do outro. Lá, o metrô é um espaço de pausa, todo mundo parece concentrado no que vai fazer depois. Em São Paulo, esse ensaio seria impossível. As pessoas se olham, querem puxar conversa, elas perceberiam”.

E assim, invisível – como um bom fotógrafo sonha ser – Jairo foi acumulando registros a caminho das aulas que frequentava em Manhattan .

Como amigo e vizinho, vi o período sabático sucumbir diante da paixão e, depois, da obsessão pelos retratos no metrô. À noite, aos domingos de manhã. Durante um ano e meio, Jairo embarcou pela porta do meio do vagão, em busca do mesmo ângulo para personagens diferentes.

Sem palavras, contou a história de anônimos – namorados, mendigos, estudantes, mulheres de negócios – que, de tão desconectados, aparecem mais à vontade do que na sala de casa.

Em cada registro, transparecem o olhar generoso e os instantes de encantamento do fotógrafo.

You are not here é sobre esses instantes a bordo da “vitrine viva” que é o metrô

Livro retrata pessoas no metrô de NY

“O corpo fala muito e entrega o que pensamos”, diz Goldflus. “No metrô, a cabeça da gente está sempre em outro lugar, no que acabou de acontecer ou no que ainda está por vir”.

 Observando disfarçadamente seus fotografados (que não se deram conta dos retratos), ele conta que acabou reencontrando o prazer de fotografar. Percebeu padrões de comportamentos das pessoas em trânsito que transformou em séries, editadas no livro com a ajuda de Marcos Medeiros, que assina a direção de arte, e de André Kassu, autor dos textos. Há imagens de gente lendo, falando ao celular, bocejando, dormindo, despertando… Quase sempre fica nítido que as pessoas estão ali só de corpo presente. Daí o nome do livro.
“Para mim, foi um processo de libertação”, diz ele, que ficou famoso por suas fotos perfeitas e irretocáveis. Para esse livro, no entanto, as imagens foram feitas com um iPhone 6, e não contaram com nenhum tipo de manipulação digital nem uso de filtros. Tudo foi apenas convertido para o preto e branco.
Além das imagens, Jairo registrou os ruídos do vagão. Uma instalação com projeções das imagens e som gravado durante suas idas e vindas está agendada para fevereiro de 2018, no MIS.

 

A imagem pode conter: 1 pessoa, óculos e close-up

JAIRO GOLDFLUS

50 anos, formado em Comunicação Social e Fotógrafo profissional desde 1986.

Depois de um período inicial documentando shows (1987-1989) passa a trabalhar no mercado editorial basicamente no segmento de moda e Beleza.Tendo trabalhado para todos os grandes veículos impressos do Brasil, tem o seu trabalho reconhecido e solicitado para grandes campanhas de Publicidade.

Hoje divide seu tempo em Publicidade ,mercado editorial e seu trabalho pessoal de retratos.

Ao longo dos anos, se especializou em direção de pessoas em fotografia,

sejam elas atores, músicos, modelos ou pessoas comuns.Talvez este seja

um dos diferencias do seu trabalho: a busca pela excelência na direção

de pessoas agregada ao primor técnico.

Em 2012 lançou o livro de retratos PUBLICO e em 2015 o livro de nus PRIVADO.

Após o lançamento de Privado, partiu para Nova York para um período de estudos e busca de novas linguagens.

You Are Not here, projeto diferente de todos os anteriores, surge neste período de busca e introspecção.

Para adquirir o livro agora   https://www.amazon.com.br/You-are-here-JAIRO-GOLDFLUS/dp/8591927818/ref=sr_1_3?ie=UTF8&qid=1502464113&sr=8-3&keywords=jairo+goldflus

Esta entrada foi publicada em janeiro 10, 2018 às 11:13 am e está arquivada sob Uncategorized. Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.
%d blogueiros gostam disto: